segunda-feira, abril 23, 2007

Cenas laborais...

Cena num qualquer escritório perto de si (Meh?!?!...cof...)

Ouve-se um ronco...E a protagonista da história pensa (e diz para a colega do lado)" É pá esta gajo ressona que até dói a alma...dasse, será que não tem vergonha de estar para aqui a dormir em hora de expediente?? Tenho que lhe dizer que esta merda não é nenhuma repartição de finanças"...A colega, seríssima diz "Oh Meh tadinho, deve tar cansado...não fales tão alto que ele pode acordar"..."Acordar?!?!?Este gajo é um calão, devia mas era mandar-lhe um balde de água gelada a ver se desperta...tá aqui uma gaja a bolir à bruta e esta criatura a bater uma...sorna!"...Silêncio por breves instantes...poucos...o Desgraçado "acorda"..." Meh, eu não estava a dormir...ouvi tudo o que disseste...tenho problemas respiratórios e tou em lista de espera para a bomba de oxigénio...mas se te incomodo assim tanto, posso deixar de respirar"...Embrulha!!

O castigo divino...

Sócrates recebeu castigo divino....


Pois é meus amigos...Na Madeira é assim...Há um primeiro ministro que afinal não é engenheiro e meteu-se numas alhadas ao tirar o título ( e não o curso claro) e pimba, foi castigo do Senhor...Como é óbvio esta é a explicação acertada para todo este carnaval...Deus preocupa-se e ocupa-se com assuntos importantes, licenciaturas manhosas, diplomas falsificados e por ai...nunca com assuntos menores, como sei lá, o Iraque ou o Darfur...Não! Aliás, eu sei como isto se passou e parece que Alberto João também...Então foi assim: Deus estava na sua poltrona em cima da núvem 336 e vê nas notícias que o primeiro minstro de Portugal (esse malandro...pensou mais tarde) se preparava para tirar uns quantos poderes a um arquipelagozinho chamado Madeira, governado por esse arauto da moral e dos bons costumes que dá pelo nome de Alberto João...Ora o Senhor que é justo, resolveu que mandaria uma espécie de praga para cima de Sócrates (ainda por cima o sacana tem nome de filósofo e isso leva sempre aos vermelhos...) e não vai de modas...uma noite entra pela Universidade Independente adentro e vai de falsificar o processo do Sócrates...E pronto, assim o nosso primeiro passou de respeitado "Inginheiro" a respeitado "calão que não fez um car... para obter a licenciatura"...Por causa do castigo divino...sim, porque o Senhor não deixa que se metam com o Alberto João!!!

quarta-feira, abril 11, 2007

O fim de Sócrates...

Hoje é quarta feira dia de inúmeras "decisões" políticas e quiça, o dia da maior audiência televisiva que uma entrevista poderia alguma vez ambicionar. Hoje, Sócrates estará na RTP onde tentará responder a questões, clarificar o seu percurso académico e mais importante que tudo, onde tentará limpar a sua imagem largamente espezinhada nas últimas semanas. É óbvio que a questão de fundo, não é e nunca foi se ele é engenheiro técnico ou engenheiro. A mim pessoalmente, e julgo que a ninguém no seu juízo perfeito, não me interessa minimamente se é uma coisa ou outra porque a sua capacidade de governar e a sua mais valia enquanto homem de estado nunca poderia ser beliscada por isso (apesar de sermos um país de "doutores" e "engenheiros" não é o título que torna alguém mais ou menos válido...não necessariamente)...portanto, o que verdadeiramente interessa é, se mentiu (e se o fez, porque o fez), ou se houve algum tipo de favorecimento ilícito durante o processo de obtenção da dita licenciatura. Uma coisa é certa, a história cheira muito mal e Sócrates dificilmente recuperará deste rocambolesco episódio...Por um lado é pena porque apesar de tudo, julgo que ele constituia uma esperança para o futuro. Num País de corruptos como o nosso ( e acreditem que esta expressão me custa horrores), ver em alguém uma espécie de luz ao fundo do túnel é algo de absolutamente reconfortante...Mas afinal, parece ainda não é desta que encontramos a tal "Luz"...E se tudo afinal não passar de um triste mal entendido (e alguém consegue acreditar nisto?) a perda da credibilidade continuará o seu caminho vertiginoso...Posso estar enganada, mas sinto que a era Sócrates está com fim marcado para breve por causa desta situação...É uma pena...estava a sentir-me, pela primeira vez em muitos anos, confiante...apesar de tudo!

quarta-feira, abril 04, 2007

Nova funcionalidade aqui no sítio...

Finalmente é possível e fácil perceber este espaço...Quem o visita com alguma regularidade sabe que escrevo acerca de Política/actualidades, cinema, histórias mais ou menos disparatadas da minha vida (as ditas histórias banais) e ainda sobre os meus amigos Zé, Pato Zacarias, Rosa, Zequinha e Marissol...Até hoje era difícil encontrar no meio da confusão as diferentes histórias (que nada têm a ver umas com as outras)...Agora que descobri os labels (só hoje me debrucei sobre o assunto) poderão com as etiquetas encontrar facilmente os diferentes fios às meadas...Acho que será bem mais agradável e divertido (hope lol) a partir deste momento...Enjoy!

OTA...again...

O ministro Mário Lino, aquele senhor iluminado que fez da Ota um compromisso pessoal, disse ontem que não se construir o aeroporto na Ota será quase um milagre...e também que não é rapaz crente dessas coisas...dos milagres...É caso para nos sentirmos descansados...Em quem devemos acreditar? Por um lado, pessoas muito conceituadas dizem-nos que estudos a uma localização como o Poceirão demorarão apenas 6 meses e além disso essa opção significa cerca de metade do investimento...por outro lado temos um ministro que se recusa a ouvir sequer falar de novos estudos porque o processo se atrasaria muito...Pergunto: Vão lançar a porcaria do concurso já no início de 2008? A mim parece-me que não...Neste momento cerro os dentes e maldigo este indigente que se diz ministro e que se recusa a olhar para os interesses do País...Será que nós temos assim tanto dinheiro para deitar à rua?? Devemos cagar dinheiro e nem sabemos...Ou então descobriram mesmo petróleo ali em Picoas, só que foi depois da OPA da Sonae ter morrido...

terça-feira, abril 03, 2007

O tempo...

Os dias que correm...lentos...Não sei se esta expressão é título de alguma coisa, mas julgo que sim...pelo menos a mim soa-me como um título de um filme ou de um livro...podia sê-lo! Porquê? Porque muitas coisas, demasiadas coisas nesta vida, correm lentas como os dias que a preenchem...mas no meio dos dias, interpõe-se o tempo e este nunca corre lento...Paradoxo? Talvez, mas o que importa? Importa que tudo corre...lento...menos o tempo...

segunda-feira, abril 02, 2007

Ir ou não ir...

É curiosa a forma como sentimos as coisas...Digo isto porque, no fundo, nunca sabemos bem o que queremos da vida...basicamente gostamos de ter à nossa frente todas as possibilidades em aberto ainda que não saibamos se as queremos "usar"...E não me refiro a sentimentos, apenas a diferentes caminhos de vida...Quanto aos sentimentos o mistério é muito maior e mais complexo...Tudo isto para dizer que quero que aquele telefone toque e tenho medo que isso aconteça...Estou em ansiedade imensa...pronto já disse!

sexta-feira, março 30, 2007

A propósito do cartaz...


Estes senhores do PNR deviam ficar todos desempregados, sem perspectivas de trabalho ou de futuro em Portugal e serem obrigados a apanharem o mesmo avião que desejam para todos os emigrantes que se encontram neste País...Depois o avião levá-los-ia até à Sibéria onde trabalhariam em minas de carvão a ganhar uma porcaria por dia...Posto isto, viveriam em caixotes pré-fabricados e quiçá, ao fim da tarde teriam palermas como eles à saída da mina a insultá-los e a mandá-los para a sua terra...talvez percebessem que são umas bestas, que não têm um pingo de humanidade ou de bom senso...Por favor não reduzam os nossos problemas a questões como a emigração...Todos sabemos que isso é uma rotunda mentira...Já agora, se houver uma tempestade pelo caminho...não se perde nada!

quinta-feira, março 29, 2007

I´m alive...

E Zezinha já foi com o c...A nossa tia política já abandonou as luzes da ribalta do CDS-PP ( e eles têm verdadeira ribalta??) e da Câmara Municipal de Lisboa. Parece que ainda se vão poupar uns tostões porque vão vender as tapeçarias carérrimas (e outras quinquilharias) que a Senhora tinha a decorar o gabinete! Assim como assim, sempre se pagam os salários dos varredores de rua durante um ano inteiro...É dinheiro meus senhores, é dinheiro!

Entretanto a Universidade Independente está com os pés para a cova já que o Ministro Mariano Gago não está pelos ajustes e já disse que, ou normalizam o funcionamento da escola ou o Governo encarrega-se de declarar o fecho compulsivo da mesma. Se aqueles senhores todos que já são neste momento arguidos por corrupção forem professores na UnI, livrai-nos Deus de os seus alunos um dia virem a ser ministros ou coisa que o valha...Já se está mesmo a ver onde vai parar o nosso dinheiro...Com professores destes...Bem, sempre podem ser maus alunos não é??

segunda-feira, março 26, 2007

Salazar voltou...

E eis que hoje, dia 26 de Março, o Português mais distraído poderia enfim, ter uma surpresa esquisita logo pela manhã...E perguntam vocês, porquê SPS?? Vá em coro...Ora porque ele ressuscitou...Salazar voltou às capas dos jornais porque foi eleito o Maior Português de todos os tempos...Quão ridículo é elegermos para maior Português de todos os tempos, o homem que fez de Portugal um País atrasado, analfabeto e parado no tempo...Esse avozinho simpático que mandou torturar milhares de Portugueses, mandou matar uns quantos (sabe Deus...) e não permitia que ninguém abrisse a boquinha para dar uma opinião...Imaginem se ele tivesse sido bonzinho...Somos de facto um povo de brandos costumes...elegemos o maior ditador Português em primeiro lugar e logo em segundo colocámos um que não chegou a ser, mas gostaria muito de ter experimentado a sensação...Fazer o quê?? Gostamos de levar "taotao"...

quinta-feira, março 22, 2007

Conselho de Jurisdição do CDS-PP...em Fátima!

O Conselho de Jurisdição do CDS-PP vai reunir hoje em Fátima...Não há realmente melhor sítio para os senhores se juntarem...segundo consta, do programa das festas faz parte uma mini peregrinação de joelhos até à capelinha das aparições a fim de conseguir junto do Senhor (do céu...pelo menos desse) a expiação dos pecados cometidos no domingo passado...Além de terem andado à batatada ainda faltaram à missa da manhã...Zezinha já fez saber que levará umas joelheiras da Gucci!

O canudo de Sócrates...Ou..Corre Sócrates, corre...


Parece que Sócrates fez a sua licenciatura na Universidade Independente...Isto nem seria notícia se a Universidade em questão não estivesse envolvida num escândalozinho do qual ainda ninguém entendeu a real dimensão...Bem, para ser mais correcta, talvez não fosse notícia (com ou sem escândalo) se o processo do nosso Primeiro não estivesse cheio de incongruências, faltas de assinaturas e por ai...Terá Sócrates, que tanto quer que os seus súbditos sejam letrados, comprado o canudo?? E terão os senhores do poder assim tanto poder (passo a redundância)?? Claro que têm, agora o que aconteceu realmente...sabemos lá nós, comuns mortais letrados a sério, por Universidades a sério e com ordenados de merda (quando os temos bem entendido)...

quarta-feira, março 21, 2007

Bye Bye Zezinha...


A situação no CDS-PP continua caricata. Agora parece que Maria José Nogueira Pinto avança para a suspensão da militância no partido depois do episódio "eu levei porrada do Dr. Hélder Amaral...o Dr. é uma besta" - Não foi assim que foi dito, mas podia ter sido! Em primeiro lugar, não posso deixar de me surpreender e até de achar hilariante esta mania que eles têm de "Dr. para aqui, Dr. para ali" quando se insultam violentamente e sem grandes pruridos em frente à própria comunicação social...Em segundo acho curioso também que uma das partes (não sei qual) tenha a distinta lata de mentir com quantos dentes tem na boca (afinal convenhamos, ou bateu ou não bateu)...Em terceiro, não posso deixar de comentar a frase do deputado (cuspida qual marialva), " os beirões não batem em mulheres"...Quem quer que tenha razão nesta história sai a perder tal como o próprio partido. Paulo Portas sai a perder porque com o seu arrogante comportamento, já nos fez entender a todos que não tem uma única ideia para apresentar motivo pelo qual não se pode bater em congresso...Nogueira Pinto sai a perder porque, além de se sentir na necessidade de abandonar o partido, aparece sempre nas comunicações com aquele ar snob que se lhe conhece e porque, verdade ou mentira, é acusada de ter mau perder (e o facto é que a Senhora não tem feito muitos amigos pelos sítios onde passa, coisa que nos leva pelo menos, a questionar a veracidade das suas palavras)...E finalmente, o deputado sai a perder, porque teoricamente será um dos "cães de fila" de Portas e afinal parece que estes bichos têm de usar um açaime!!! E os açaimes são acessórios que não estão nada na moda...

tosse...

Tenho tosse...e não quero a OTA...

Ás vezes, um homem faz muita falta...

Ontem, ao chegar a casa, fiquei com uma parte da fechadura na mão...ou melhor no chão...uma coisa qualquer que se deve enroscar e que eu não enrosquei tão bem como devia...perante o cenário e uma vez que a porta não fechava como deve ser, resolvi desaparafusar tudo para tentar resolver o problema...ainda de saltos altos, lancei-me na tarefa...porra e como custou desaparafusar aquilo tudo...para no fim descobrir, já com a fechadura todinha no chão, que não ia conseguir propriamente solucionar a coisa...voltei a aparafusar, tarefa que me custou horrores pela falta de força, e no finalzinho de tudo percebi que tinham ficado duas peças de fora :S...assim ficaram que não ia voltar a desfazer aquela merda...A porta fecha para já...e isso é que importa!

terça-feira, março 20, 2007

O Carlos Miguel...

Continuando a história...

Depois de entrar o Padre Idalino, o tasco todo fez um silêncio sepulcral à espera dos desenvolvimentos...O Padre estranhou a recepção mas não se deu por achado...Ficou ali na observação e na retranca, à espera também ele (ainda que não soubesse bem de quê)!

A Odete encheu o peito de ar (ainda bem avantajado por causa da comida da criança) e sorrindo de contentamento (sempre gostou de ser o centro das atenções) proclama em voz estridente "Lembras-te daquela noite no parque de merendas da serra?? Aquela em que mandámos duas?? Deves lembrar, era tão raro aguentares mais do que meia hora..." (esta bateu fundo no coraçãozito do Zequinha - e enquanto isto toda a gente ria entre dentes)..."Pois bem" - continuou a Odete, "Aqui tens o resultado..."! O Zequinha estava branco...diria mais transparente! "Achei que devia trazer o Carlos Miguel para conhecer o Pai. E também pedir uma pensão de alimentos que isto de o criar sozinha não tá fácil"...E assim, soube o Zequinha que tinha um rebento...E a notícia foi cair que nem uma bomba em cima da Rosa...mas isso é para mais tarde!

quinta-feira, março 15, 2007

O regresso da Odete...

Como não há crise que não dê em fartura, aqui vai a continuação das novidades inerentes ao casal mais famoso deste blog, os meus queridos, Zequinha e Rosa!!!

Como tinha dito anteriormente, a questão do roubo, foi apenas um fait-diver na vida dos dois nas últimas semanas...Três dias após o regresso da capital, estava a Rosa no cabeleireiro da Bela a lavar a cabeça da Ti Chica, quando irrompe salão adentro, uma rapariga na casa dos vinte e muitos, com uma criança ao colo (daquelas de tenra idade) perguntando alto e bom som (para quem queria ouvir) "Alguém aqui conhece o Zequinha que tem um renault 5???"...A Rosa, mulher pouca dada a confusões ou a coisas mal explicadas e que cheirem mal, levanta-se de um pulo largando a farta cabeleira da Ti Chica e, de mãos nas ancas - "Eu conheço um Zequinha...que agora já não tem um renault 5 mas um renault 9 e que só por acaso é o meu home"...Rangia os dentes ao de leve, mas o suficiente para ter o maxilar proeminente..."Queres falar com ele é???"...A Rapariga, sorriu com um certo ar de gozo e rematou - "Quero, algum problema???"...Na salão já toda a gente se preparava para puxões de cabelo, gritos e outros achaques próprios do mulherio...Não sem um certo gáudio pela situação que se avizinhava prometedora de muita água a correr debaixo da ponte..."Problema nenhum!!!Ele deve tar na tasca do Manel do Adro...podes lá ir ter com ele", respondeu a Rosa vermelha de fúria e a sentir que aquilo não iria ser uma situação nada boa!!! E a moça lá foi...rodou nos calcanhares e "ala que faz tarde, bota ai direcção do tasco"...Ao chegar, reconheceu o Zequinha num grupo de gajos (o João - o GNR Silva mau, o Tójó e o próprio Manel do Adro) e dirigiu-se afoita para ele..."Olá Zequinha" disse sorrindo lânguida...O Zequinha olhou para ela, olhou para o carrinho do bébé, ainda para ela, para os amigos, para o bébé e empalideceu, engasgou, sentiu palpitações e suores frios..."Olá Odete, há quanto tempo..." - Nesse momento, o Padre Idalino, entrou na tasca arrastando os seus pesados kgs..."Boa tarde a todos"...

Isto continua como podem imaginar...

O roubo do carro...o 9!!!


O Zequinha e a Rosa têm tido uma vida quase santa ( e não quase perfeita como o outro que honestamente, neste particular, consegue ser perfeitamente irritante...Bruno gosto muito de ti, mas estes textos estão muito aquém...)!! Mas adiante...Depois das peripécias do dia dos namorados - passeio no teleférico incluído - o regresso à terra foi feito de muita novidade...Não foi o regresso à terra propriamente dito, mas o que se passou quando chegaram...Pois bem, ao chegar a primeira novidade que o Zequinha teve foi que lhe tinham assaltado o carro...Então não é que o Renault 9, vermelhinho e reluzente, havia sido vandalizado???Ficou doido de tristeza e mais ainda de estupefação...Como é possível que alguém queira roubar um carro daqueles??Ok, nós até sabemos que este em concreto é uma máquina (quando não cospe do motor e não larga água e óleo pelo escape), mas ainda assim?? Quando olhou o seu carrinho, estava o 9 padecendo horrores em cima de duas vigas de cimento acentes em tijolos, sem pneus, o capôt levantado e o motor "biste-lo?" e outras atrocidades várias...O pobre chorou lágrimas de sangue agarrado à sua máquina e logo ali, jurou vingança...Não se haviam de rir dele e nem do 9...Nos dias que se seguiram o Zequinha, que percebe pouco de mecânica mas tem um coração enorme (e o tamanho é que conta), passou horas de volta do seu menino...Comprou-lhe pneus, uma alma/motor novo, e com a ajuda do Tójó (no fundo o Tójó é que fez tudo...) ressuscitou a máquina...Agora o 9 quase que parece um carro de competição, um xunning discreto, mas com um escape maior do que o de origem...

E esta foi a primeira novidade...Mas nem foi grave comparada com a outra que se seguiu...segue dentro de momentos!!!( Até porque a parte de eles terem uma vida quase santa tem justificação ok???Não disse só por dizer...)

adormecer no sofá...

Hoje adormeci no sofá da sala...com a televisão ligada e a janela aberta (mas com as persianas fechadas, ainda assim deixando entrar a "brisa da noite")...Acordei torta e com a sensação de não ter dormido, devido ao barulho de uns quaisquer desenhos animados japoneses feitos de berros e outros sons igualmente irritantes...Olhei a janela e percebi que ao contrário de muitas outras vezes, hoje já era de manhã, já era a hora de sair da cama e me arranjar...Hoje portanto não seria uma daquelas noites em que a meio acordo no sofá e me arrasto para a saborosa cama...Não, hoje era simplesmente hora...julgo que foi uma sensação próxima de fazer uma directa...

quarta-feira, março 14, 2007

Saudades do pato mais importante da minha vida...

A vida é uma caixinha de surpresas...depois deste cliché intemporal, segue-se a dissertação...Não é longa, nem exaustiva (e não, não é a mesma coisa..pode ser longa e não ser exaustiva e vice versa)...Digo que é uma caixa de surpresas porque a cada dia que passa percebo que no fundo menos me conheço, menos entendo e mais longe me coloco...de tudo!! Talvez seja apenas a minha dor de cabeça a falar...mas a verdade é que hoje quero algo que não sei verbalizar...acho...talvez necessite apenas de mais sol...talvez tenha saudades do Zacarias e da sua infinita sabedoria de pato vivido e bem vivido...talvez vá ter com ele ao lago para lhe desabar com os meus pensamentos atropelados...Zacarias, estou a caminho!

O primeiro amor da Marissol...

Julgo que já apresentei aqui a Marissol, essa bela criatura, uma jóia de moça, que por acaso gosta muito de números, do belo do copito e das suas demonstrações infindáveis e orgásmicas...Sim, é com elas que a rapariga vive intensamente a sua pretensa "vida sexual"...Já lhe perguntei como é, se lhe chega esta forma tão pouco ortodoxa de satisfação ao que ela me respondeu "Sim, mas é assim tão estranho?? O wisky deixa-me fora do mundo, as demonstrações dão-me um prazer descomunal"...Ok, fiquei esclarecida (ou não, mas ela é que sabe)...Mas a Marissol é uma moça sociável ao contrário do que possa parecer...Integra-se bem em qualquer grupo porque, em qualquer um há sempre malta dada aos copos e ai o que se diz pouco interessa...Mesmo que ela com o tintol desate a discorrer teoremas e outras coisas impronunciáveis, que ninguém percebe, mas que pouca diferença faz (perceber ou nem por isso)...

Ora a Marissol no carnaval (como já disse aqui a minha amiga Meh), divertiu-se à grande no cortejo de Ovar...Eu ainda não tinha tido tempo de contar como foi, mas agora aqui fica o registo...Pois bem, nesse dia, apanhou uma daquelas cadelas tão grande, que por volta das 6h da tarde já recitava teorias várias acerca de espaços métricos...Foi nessa altura que conheceu um piqueno, por sinal do género dela, que nessa altura lavrava compêndios de análise complexa à fartazana..posso-vos dizer que aquilo foi "amor à primeira vista"...São sem sombra de dúvida parecidos...Os dois com muito amor pelos números, os dois com a mesma incapacidade de tratar o banho por tu (até nos cheiros são compativeis) e por fim, os dois virgens da silva e pouco incomodados com isso...mas cheira-me que a coisa está para mudar...desde esse dia nunca mais se largaram...quer-me parecer que vão descobrir uma nova "fonte de inspiração"...e o que eu dava para ser mosca nesse dia...

terça-feira, março 13, 2007

A estupidez no seu estado puro...

Bem, como já devem ter percebido, tenho andado um pouco longe deste espaço...o motivo é mesmo falta de tempo...muito trabalho e pouca inspiração também...e há tanto para dizer aqui...espero voltar com a regularidade com que vinha anteriormente...

Para já queria deixar uma palavrinha acerca do programa mais anormal que vi nos últimos tempos...Chama-se "A bela e o mestre", deu na TVI no domingo passado e não consegui ver mais do que uns minutos...honestamente, julgo que se devia chamar "A estúpida e o otário"...É que elas até podem ser "belas" (sic...), mas são burras e estúpidas que nem portas...Mais seria difícil...Afinal, como é possível que coloquem as moças sentadas numa mesa de perninha cruzada à Sharon Stone no "Instinto Fatal", e de seguida lhes coloquem fotos de personalidades para identificar e elas não saibam de quem se trata...A uma foto de Fidel Castro, uma das criaturas, do alto do seu sorriso colgate, e como se fosse a coisa mais natural do mundo, exclama "Bem...deve ser um militar..."!!!Perante isto, não consegui manter a televisão no dito canal...Mas será que elas não têm vergonha?!?!? "Deve ser um militar..." ?!?!?!?!Dasse...é capaz de ser não ohh estúpida?? Se está de farda??Só faltava, depois de lhe dizerem "É fidel Castro" ela rematar com "Ahh esse nome não me é estranho, mas assim de repente não estou a ver quem é"!!Viva a estupidez...

quinta-feira, março 08, 2007

Electricidade...

Imagino que já toda a gente que aqui vem, tenha saudades dos meus amigos...Pois, eu percebo porque eu própria tenho...dai que ontem resolvi ligar ao Zé a fim de marcar um café...Aquele cromo, desde que me disse que tinha namorada (o que já aconteceu há umas quantas semanas), desapareceu do mapa como aliás é sua característica sempre que anda entretido...Assim que me ouviu explodiu de alegria " Oh pá ia mesmo ligar-te, já não falamos há tanto tempo.."!!Percebi que me iria ligar não por não estarmos juntos há muito tempo mas porque a "namorada" já tivesse ido com o c...E foi!!Ohhh Senhor, que novidade esta...ninguém diria, nem é normal :P...Encontrámo-nos ali para os lados de Santa Catarina, o sítio que ele marca sempre que precisa de carpir mágoas (ou se estiver um dia lindo de sol, o que não era o caso ontem)...E pronto..the same all same!!! "Tivemos umas semanas muito boas, eu a derreter dinheiro a comprar-lhe prendas, ela a pôr-me os cornos com um gajo qualquer...Depois, deu-lhe um acesso de peso na consciência e resolveu dizer-me...pediu desculpa que não era intenção dela...que eu sou um amor e o diabo a quatro...mas que não dá...e tal...e tem pena"!!!Fiquei à espera que espumasse, que gritasse, que esperneasse que lhe chamasse nomes cuspidos com violência...Mas nada...contou-me tudo, sem pormenores, como se fosse a coisa mais natural do mundo...que não está para se chatear e que quanto mais gajas comer daqui para a frente melhor..."Ohhh querida (eu - ahahah, um cavalheiro o meu Zé), eu quero lá saber...se me chateasse com estas coisas teria que voltar aos tratamentos com choques eléctricos no Miguel Bombarda!"...Eu achei que ele tinha razão...afinal, o Estado já tem tanta despesa, não vale a pena gastar electricidade nestas coisas...

quinta-feira, março 01, 2007

Os nomes...

Meus amigos, tenho um pequeno problema...sofro de fraca memória para nomes...Hoje voltou a confirmar-se...Quando regressei ao escritório à hora de almoço, deparei-me com um "piqueno" que olhou para mim e " S. também trabalhas aqui?!?!?"...sorri educadamente como é meu apanágio ainda que me sinta desconfortável..."Sim (hesitante)...e tu também? Então está tudo bem?" - eu a tentar disfarçar que não estava a ver bem de onde o conhecia, quanto mais lembrar-me do nome...Depois de uma muito curta troca de galhardetes, percebi que ele tinha andado comigo na escola secundária (só podia ser isso!!)...ainda assim, não estava a ver muito bem, quem era, qual a turma ou qual o grupo...anyway...foi só mais uma situação...Mas a mais caricata de todas, dentro deste contexto do "que merda não estou nada a ver de onde conheço este gajo", aconteceu-me há uns 3 anos no Porto. Vivia lá e um dia cruzei-me por acaso com uma moça que tinha estudado comigo na Uni...Reconheci a cara, mas o nome "tá quieto"...e mesmo a cara, como ela tinha deixado de usar óculos me foi difícil...Ficámos na conversa, acabámos por ir tomar um café...Disse-me onde estava a trabalhar, que vivia no Porto à muito pouco tempo, andava à procura de casa e eu que sou um amor, ofereci-me para ajudar na busca...(Notar que não me lembrava do nome dela)...trocámos telefones (eu escrevi no nome "Ana curso"...) e voltámos a combinar...Pois bem, estive com ela mais umas quantas vezes (não muitas é certo) e nunca tive coragem de lhe perguntar o nome...Até hoje!!!Shame on me!!!!

quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Pequenas grandes mudanças...

Voltei e depois calei-me mais uma vez...Até poderia explicar porquê mas confesso o trabalho que dá...como perceberam, quem continua a "conseguir" chegar aqui, mudei o URL deste espaço...Não porque precisasse de mudar alguma coisa nele, apenas porque gosto de aqui escrever e quero continuar a fazê-lo de forma livre...por motivos que não são de todo importantes, senti que para continuar a fazê-lo, teria de fazer esta pequena "manobra de diversão"...A manobra está feita, agora resta divulgá-la da forma adequada...

Sinto-me novamente livre para escrever sobre o que bem entender e isso é que é verdadeiramente importante...

segunda-feira, fevereiro 26, 2007

VOLTEI...

Ora cá estou eu...uma semana depois de entrar de férias e de abandonar este pequeno espaço, volto à carga...Sei que morreram de saudades, minhas e dos meus amigos, mas a vida é mesmo assim, dura!!Imagino que as centenas de pessoas (cof cof...) que aqui passam diariamente, tiveram uma semana difícil devido a esta ausência...eu sei como é...tipo, "Ohh pá, falta-me alguma coisa...que semana tão morninha, parada e cinzenta..ahh é verdade, a SPS está de férias" :P...pois bem, esse vazio emocional termina por agora, porque voltei...para escrever estas coisas tão importantes e sentidas, estas pérolas do quotidiano, enfim, este abanar da modorra diária...mas, custa...à uma semana atrás a esta hora estava no vale...dos lençóis...tão lindos que eles são...

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

As cartas de Iwo Jima...


Este post merece uma foto e merece palavras que não sei se serei capaz de ter...Este filme tem de ser ser visto e para os mais sensíveis, com muita atenção para poderem fechar os olhos no momento certo...É muito mais forte, mais arrepiante, mais hediondo e ao mesmo tempo muito mais humano, doce e profundo do que o primeiro filme "As bandeiras dos nossos Pais"...Convém recordar que estes dois filmes foram realizados por Clint Eastwood e que são de alguma forma o complemento um do outro...E tocam-se mesmo...No fundo num vemos a guerra pelos olhos americanos e no outro pelos olhos Japoneses...E certas cenas são "iguais" mas vistas pelo diferente prisma...E estas cenas são tão geniais que custa a acreditar...
Em primeiro lugar, há que perceber a diferença de mentalidades no que toca à forma de lutar, viver e morrer de Americanos e Japonoses. Igualmente heróicos é certo, mas com um sentido de honra e de pátria que fazia com que os Japoneses, tal como hoje acontece com os bombistas suicídas, estivessem dispostos a sacrificar a vida matando-se pelo País. Basta recordar os famosos pilotos Kamikaze, que atiravam os aviões contra certos alvos...Basicamente, era preferível o suicídio do que a morte às mãos do inimigo....e se esse suicídio significasse rebentar com um tanque inimigo e matar alguns soldados, tanto melhor...
Sei que não o consigo pôr por palavras, mas a cena do suicídio colectivo de soldados Japoneses encurralados, da captura de um americano que é tratado pelo inimigo, da rendição de dois soldados Japoneses...A forma como sabem que vão morrer e no fundo o desejo de apenas voltar a casa...A luta interior do Comandante Japonês que estudou nos EUA e tem lá amigos, que acredita ter de morrer pelo seu País, mas que ao mesmo tempo percebe a estupidez daquela luta e a inutilidade da mesma...A forma humana como este alto comandante olha os seus subordinados...E acima de tudo, o perceber que são todos homens e apenas isso...Mas que matam sem compaixão porque tem de ser...mas tem de ser porquê? A guerra é uma coisa estúpida, todos sabemos, mas mais uma vez volto a dizer, olhamos aquelas imagens e sabemos que aconteceu...é arrepiante e de ficar sem palavras...apenas de olhos rasos de água...Uma obra-prima!

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

A viagem no teleférico...

Se alguém se aventurou ontem à noite a andar no teleférico da Expo, deve saber que uma pequena falha técnica parou o mesmo durante a travessia...E quem é que foi apanhado no meio da hecatombe?? Pois claro, o meu casal favorito, Zequinha e Rosa...Como tinha dito aqui, a ideia para o dia dos namorados dele, foi levá-la até à Expo para andar de teleférico...No fundo, uma forma económica e não muito cansativa de a fazer ver estrelas...A intenção, como sempre, era boa, agora o resultado final...O importante foi que tiveram oportunidade de fazer uma viagem mais longa que o normal pelo mesmo preço, tão mais longa que só de lá sairam 2 horas depois...O aparato à volta do teleférico era grande, mas eles não se importaram assim tanto..aproveitaram para pôr a escrita em dia :P...O que se revelou mais cansativo para o Zequinha do que estava previsto no plano inicial...

P.s. - Se por acaso algum de vós que lê foi andar de teleférico ontem e não se apercebeu do sucedido...well, podem ter ido a uma hora diferente....Se continuam a interrogar-se porque uma coisa destas devia passar nas notícias...hummm, nem sempre acontece...Se me perguntarem "Porquê!?!?!?"...Não sei responder...Se continuam a achar que eu estou a inventar, posso sempre dizer-vos que a vida destes meus amigos no fundo no fundo é pararela à nossa e acontece numa dimensão diferente desta...Se continuam insatisfeitos...não me ocorre mais nada para dizer lol...

Deixar o despertador ligado...

É giro, virmos para o trabalho e quase duas horas depois de chegarmos, no momento em que vamos fumar um cigarro, o telemóvel desatar a tocar alto e bom som num open space porque o despertador não foi desactivado...Mas, ele estava desligado...e não há nenhuma chamada não atendida...spookyy...

A Marissol...

A Marissol era uma rapariga como tantas outras da sua idade...Tinha a cara cravada de espinhas brancas com ar gorduroso, tomava banho apenas duas vezes por semana (quando se lembrava, porque ainda hoje é muito dada à distracção) o cabelito parecia sempre retirado de uma gripe horrorosa, daquelas que nos atira para a cama e que de tanto suarmos pela febre precisamos do banhito ainda mais que o normal, e gostava muito de números...Não é de admirar pois, que tenha ido estudar matemática...Ainda hoje me quer parecer que aquela coisa do banho era por causa de passar tanto tempo a pensar na morte da bezerra, que é como quem diz, na demonstração de uma merda qualquer que o comum dos mortais (como nós que lemos isto...), jamais entenderíamos...Quando foi para a Universidade (não vos digo qual porque não interessa...), fez as delícias dos colegas mais velhos...Para terem uma noção, a sua falta de tempo para se manter actualizada no que diz respeito ao vestuário, fazia com que vestisse coisas como, saias pliçadas a passar do joelho, pretas ou azuís escuras, camisas brancas de folhos que devia ter "roubado" à bisavó e por cima de umas belas meias calças de mousse grossas, colocasse umas botas tipo cowboy mal enjeitadas...apanhava o cabelito pastoso em rabo de cavalo e deixava a franjita para a frente....Por este motivo era conhecida como a "sex-symbol" do curso...Porque não se queria sentir diferente de ninguém, ia sempre aos jantares de curso, e entrava no "vai a cima e vai abaixo " de copos...Era sempre a última a arrear o que lhe valeu enormes simpatias e a carinhosa alcunha de "esponja"...E foi nestas festas que começou a ter alguns problemas com a bebida...Não dispensava o seu copito, coisa que não a impediu de ser sempre brilhante e chegar a professora do departamento (anos mais tarde...não se pode dizer tudo de uma vez)!! A nossa amiga Marissol sempre foi uma mulher feliz apesar de tudo...Ahh, ainda hoje aos 36 anos, continua virgem...Nada que a incomode por ai além, até porque para ela um orgasmo é o equivalente à demonstração do teorema do ponto fixo de Banach por exemplo...Voltarei a falar dela aqui certamente, porque me é uma pessoa muita cara...e digo-vos mais, sinto que esta rapariga um dia ainda dá uma volta grande à vida dela...Marissol, amiga, um beijo grande para ti!!!

quarta-feira, fevereiro 14, 2007

o meu Zé anda feliz...

Já não estava com o Zé há imenso tempo...andava muito curiosa para saber dele mas não se tinha proporcionado nenhum encontro nas últimas semanas...ainda pensava na última história, do click e não sei quê...essa história que não percebi na altura e que ele não explicou por pura casmurrice...Estava já com medo de o encontrar triste ou cabisbaixo porque, uma vez que tinha desaparecido do mapa, à partida tal não augurava nada de bom...mas enganei-me!!! Anda radiante da vida, apenas desapareceu do mapa porque lhe apetecia novos ares e não queria também que eu viesse para aqui desbroncar-me com a vida dele...Agradeceu-me o facto de eu ter pedido no Natal, uma namorada para ele porque parece que anda mesmo com alguém...Hoje até tem um jantar romântico (ainda se cruza com o Zequinha e a Rosa lá para os lados da Expo...se bem que não se conhecem, só por dizer que até era curioso)...
"Quer dizer que aquilo do click foi mesmo à séria??", perguntei-lhe a ferver por dentro..."O quê?? O click?? Ahhh o click..." riu-se..."Pois isso acho que não...afinal, o que não faltam por ai são interruptores não é?? Devem ter acontecido outros por ai, mas não connosco..." continuou de sorriso nos lábios..."Então, mas se não foi por aí...o que aconteceu?? Quem é essa pessoa??" perguntei, até porque já não estava mesmo a perceber..."Ohhh, como te disse o que não faltam ai são interruptores...E ligou-se um...e de que maneira" - enquanto falava abria-se-lhe um sorriso enorme na cara....estava nitidamente feliz...vamos a ver o que acontece, mas desta vez, pelo que percebi, o meu amigo está mesmo apaixonado...Ele há males que vêm mesmo por bem...E este gajo é mais rápido que a própria sombra :P...

segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Passeio no teleférico...

O Zequinha que é um romântico, desajeitado tudo bem, mas romântico, prepara com muito empenho a noite do dia dos namorados para a sua Rosa...procura redimir-se da desgraça que foram os dias na serra e dá voltas à cabeça para encontrar um programa original...Falou com o amigo João, o Sr. autoridade sem coração (é GNR...) que lhe sugeriu, "E que tal oferecer-lhe uma actividade radical?? Tipo salto de elástico...com um bocado de sorte ele rebenta e já não tens que ter mais ideias daqui para a frente...pelo menos com ela" ahahah (sim, ele riu-se como se tivesse piada...)...O Zequinha concluiu que ideias românticas era melhor não pedir a este rapaz...então teve uma ideia brilhante...Levá-la a Lisboa a dar um passeio no teleférico da Expo...eu também achei boa ideia, desde que ele consiga uma cabine só para eles...No entanto, sinto que isto não vai correr bem...

A terra tremeu...

A terra tremeu aqui por Lisboa...E não, desenganem-se porque o que sentiram não foi um tremelicar por causa do bonzão que trabalha ao vosso lado, ou da boazona que veio com um decote mais fundo...nada disso, FOI mesmo a terra a tremer e não vocês...E não resisto querida A. a referir aqui que te encontravas na sanita e que esta ajuda da natureza foi preciosa no auxílio a tão nobre tarefa...a da evacuação (o que no fundo até se aplica a um caso de sismo...:P)

As pontes de Madison County...

Um daqueles filmes que deve ser visto...1, 2, 3 vezes...Eu já perdi a conta, mas o que sei é que de cada vez que o vejo, arrepio-me, emociono-me, choro...Se a beleza e a incompreensão do amor alguma vez foram bem retratadas este é sem dúvida um dos exemplos...A mão na maçaneta da porta é das mais belas imagens que retenho do cinema...

"Uma certeza destas só se tem uma vez na vida"

I had it once...wish I could love you...still...

sexta-feira, fevereiro 09, 2007

A lista...

Bem, uma vez que no site da Florença dei a ideia de haver um catálogo de meninos para escolhermos um que faça de bibelot no dia dos namorados, aqui vai uma listagem de possíveis candidatos:

E de Portugal temos:

Diogo Infante: Ok, dizem que não joga no nosso campeonato, mas não é por isso que deixe de ser lindo, inteligente, culto, sensual e blá blá blá...

Paulo Pires: como o vinho do Porto...pena que eu nem por isso gosto mas tudo bem!!!

Pedro Tochas: não é bom, tem ar de lunático, um cabelo que mete medo, mas é gajo para nos fazer rir o que já não é nada mau...

José Socrates: a lista de meninos que eventualmente não jogam no nosso campeonato já vai longa, mas não deixa de ser o George Clooney do pedaço...e ainda nos deixa depenadas o que em última análise pode sempre soar a depilação definitiva...e qual de nós não a queria ter??

Afonso Pimentel: É puto, é puto, mas imaginem lá o puto daqui a 10 anos?!?!?Dava-se-lhe uma grande volta...

E finalmente o Frederico da Floribela: qual de nós não desejaria um pedaço de homem com aquele cabelo?? E aquela personalidade vincada?!?!? E aquele ar de carneiro mal morto???

Bem, fiquei tão enjoada com esta lista que não consigo fazer a internacional...até já que vou ao wc...

SIM...

Hoje é o meu último dia para manifestar o meu sentido de voto no referendo a realizar domingo...Em 1998 era uma convicta e quase fanática defensora do sim...Não havia em mim qualquer dúvida e inclusivé não conseguia olhar para um embrião de poucas semanas como um ser...Achava friamente que, não tendo a maioria dos orgãos formados e não tendo sistema nervoso, não poderia ser considerado como tal...um conjunto de células sim, mas apenas isso...Não concordava com o aborto (afinal acho que ninguém concorda), mas cada pessoa devia ser livre de o fazer, caso assim o entendesse, até porque nenhuma mulher o faria de ânimo leve e as sequelas seriam sempre imensas...Dai que não compreendesse sequer os argumentos do não...
Passados quase 9 anos, e estando eu à beira dos 30, sem filhos mas com um relógio biológico "titilante" vejo tudo de outra forma...Agora um embrião já é para mim um ser, imagino-me na situação e penso que se estivesse grávida, mesmo que de apenas 3 ou 4 semanas, já o olharia como meu filho...E teria certamente por ele um amor gigantesco...As coisas complicaram-se na minha cabeça e no meu coração e já nada é tão simples e linear como costumava ser...Cheguei a estar indecisa (como é possível em mim tal coisa?)...Mas depois de muito reflectir, cheguei às conclusões a que já tinha chegado antes...Só a minha consciência e o meu coração mudaram...Porque continuo a acreditar que nenhuma mulher faz um aborto de ânimo leve, que não devo ser eu ou o estado a decidir por ela e que a fazer um aborto (sempre como última opção certamente), deve ter as condições médicas para isso...Não deve nunca estar à mercê de açugueiros, de vãos de escada ou de pessoal "médico" sem escrúpulos apenas interessado em lucro fácil...Não deve e não pode ser criminalizada, mas sim ajudada...Já basta e de que maneira o peso que carrega interiormente...Devemos todos lutar para diminuir o aborto como recurso de desespero, dando condições às famílias para terem os seus filhos, educando a população no sentido de terem uma sexualidade responsável (e por responsável entende-se protegida, não entrando aqui questões morais porque essas pertencem ao íntimo de cada um e não serei eu certamente a julgar)...Muito mais haveria para dizer mas o essencial está aqui...por tudo isto vou votar SIM no domingo!

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Pinto molhado...

Hoje transformei-me em pinto...foi uma metamorfose gira...não me chegaram a crescer penas e nem asas (com pena minha e passo a redundância), mas pouco faltou...o que mais gostaria de ter adquirido durante a transformação eram as asas mesmo...se bem que não sei se os pintos voam realmente (acho que não...e também que esta dúvida existencial já assaltou um conhecido comediante da nossa praça...Bruno, estou contigo)...
Mas dizia eu que me tornei hoje um pinto...e porquê?? Graças aos lençóis de água que foram gentilmente depositados num certo parque de estacionamento gigante...que tenho mesmo de atravessar...e a quem ninguém se lembrou de oferecer uma rede de escoamento de águas...são 17h e continuo com os pés frios...se calhar logo quando chegar à minha banheira vou perceber que afinal nasceram-me umas penas...é que ainda não me descalcei para verificar nessa parte do corpo...com um bocado de sorte uma asinha em cada pé também...

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Gripe das aves...

O Zacarias anda tristonho...é a primeira vez que o vejo assim desde que o conheço...Perguntei-lhe o porquê de andar abatido (é que até as penas reflectem o estado de espírito, mais baças e com maior tendência para cair) e respondeu-me que é por causa da gripe das aves...Tem falado com outros patos que conhece lá fora, amigos que viajam imenso (os ditos patos bravos) e que lhe disseram que agora dificilmente poderão passar por Portugal...por causa da gripe, as fronteiras estão mais controladas e têm que trazer o passaporte e o boletim de vacinas em dia..sem isso nada feito...entrar cá, fora de questão...Eu até fiquei admirada, não pensei que estivessemos tão à frente nesta coisa do controlo de aves migratórias...Ele explicou-me que inclusivé alguns amigos foram repatriados por suspeita de não estarem a cumprir as medidas de precaução devidas...Bem e ainda fiquei mais admirada porque achava que só o Zacarias é que falava, mas não, falam todos...ele há coisas...Bem, no fundo no fundo, a tristeza do meu amigo tem a ver com o facto de ter cá poucos como ele, poucos patos...diz que se sente um pouco isolado como se fosse uma ave rara...confortei-o claro!! Apesar de não conhecer a sensação, não deve ser nada agradável tadinho...mas acho que lhe passa...

segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Resposta...

Para responder à pergunta anterior, resolvi tentar chegar à fala com um destes seres...e quando um deles saltou, por sinal o maior que vi, gritei-lhe..."Não mergulhes já...aproxima-te"...o peixe mergulhou como se me ignorasse mas percebi a água a mexer na minha direcção...afinal tinha-me ouvido..."Que queres??" perguntou secamente (esta frase é estúpida claro...se é um peixe e está na água apenas com as guelras de fora, nunca estará a fazer o que quer que seja secamente...)!!!"Que quero?? Nada de especial..ia só perguntar-te como é ser peixe!"..."Como é ser peixe?? Que pergunta estúpida essa..eu sou peixe, sei lá responder a isso"..."Não sabes?? Mas não sabes qual é a sensação??", insisti..."Olha lá, como é seres tu??"...Acho que percebi o que ele queria dizer...

Ser um peixe...

Ontem, estive à beira Tejo...quando digo beira, refiro-me mesmo a estar a um metro da água, sentada na areia da praia...fluvial...deparou-se-me um espectáculo fabuloso...a água estava incrivelmente lisa, o silêncio era avassalador, o sol descia encoberto pela névoa da tarde, ainda assim a espalhar dourados de diferentes tonalidades pela água, a ponte Vasco da Gama emoldurada no cenário e o mais fantástico, um peixe ou outro que de vez em quando emergia da água como que a querer ver o mundo cá fora...para segundos depois mergulhar e voltar ao seu mundo...de silêncios ainda mais pronunciados, envolventes e aterradores...Como será ser peixe?

Depois do gasóleo...

O meu carro tem uma particularidade...algo que ainda não entendi (talvez pelos parcos conhecimentos de mecânica automóvel) e que lhe poderia conferir poderes "paranormais", o que para carro não é nada mau...pois bem, no meu carro, de vez em quando, os 4 piscas ligam-se sozinhos...seja em andamento, seja quando está paradinho e desligado (o que sucedeu na sexta feira passada)...Sendo assim, ao fim de quiça, um dia inteiro a piscar, é natural que a bateria "caput"...Ora, quando cheguei ao veículo na sexta passada, sentei-me e dei à chave (já depois de ter desligado os malandros), o motor fez isto "crrrghhht"...uma cuspidela portanto...senti o coraçãozinho a ficar pequenino e dei outra vez à chave "crrgghhtt"...outra cuspidela sem sucesso...fiquei sentada à espera como se a porcaria da bateria se pudesse carregar sozinha...Well, depois de apelar à paciência de um senhor de uma garagem e de um casal que chegou entretanto para retirar o seu veículo, a coisa principiou a resolver-se..."A sua bateria é de que lado??", perguntou o senhor do casal..."hummm...pois...não sei"!! Nestas alturas os homens devem sentir-se o máximo e mais do que isso, só lhes deve dar vontade de rir na nossa cara, mas o facto é que eu não fazia ideia de que lado era a bateria...e pior...nem fui capaz de abrir o "capot"...uma vergonha só...mas o carro andou e é o que importa!!!

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Outro lado...

Certos dias...custam a passar...Onde é que apanho o avião para o outro lado??

O ABS...

Afinal até tenho muito que escrever hoje...Quando esta manhã me dirigia para o trabalho em Lisboa, vinda lá dos confins da margem sul deste Tejo tão lindo e luminoso, essa imagem límpida e iluminada que nos é oferecida todos os dias pela manhã quando estamos na parte alta da ponte Vasco da Gama, eis que me ia espetando contra um carro que vagarosamente seguia à minha frente já nesta bela cidade (ali algures antes de chegar ao túnel do Baptista Russo...Foi o meu primeiro contacto forte com o ABS do carro que lindamente me livrou de chegar ainda mais atrasada e com gastos suplementares...Agradeci-lhe a generosidade, ainda de coração ao pé dos pedais, e segui viagem...feliz porque afinal o ABS existe!!!

História retirada ao baú de memórias do Zé...

Ahh lembrei-me aqui de uma bela história do meu amigo Zé...Esta foi linda e só aplicável a alguém como ele...uma ex namorada (isto passou-se há muitos anos) que até tinha ficado amiga dele (algo que lhe acontece com alguma frequência...), enquanto tomavam um café vira-se e diz, "Eu curti com o Ricardo no dia em que o conheci" , assim com esta naturalidade...O Zé empalideceu, " Mas tu não o conheceste na feira da golegã???", e ela continuou normalíssima, "Sim porquê??"...O Zé branco, " Mas nessa altura andavas comigo"...A ex, uma verdadeira querida, começa a gaguejar e remata, " Hummm, se calhar então não foi logo nesse dia"...Muito bem disfarçado sem dúvida...Foi a primeira confissão sem querer a que o piqueno Zé teve direito...Outras se seguiram, mas nada como a primeira...

Sexta feira...

Hoje é sexta feira e está um belo dia de sol...Não fosse estar aqui em frente a este pc e estaria aqui arranjado um dia perfeito...Está quase na hora de almoço e acho que isto é a única coisa interessante que tenho para dizer neste momento...como por outro lado isso não interessa a absolutamente ninguém, este post fica transformado numa porcaria sem conteúdo...mas pronto, vale sempre a pena dizer, "HELLO HELLO, ESTAMOS AQUI!!!!!!!!!!!"

quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Má fé com Manuel Pinho...

E mais uma vez, o impensável sucede neste País...O Sr. Ministro da Economia, Manuel (dork) Pinho de seu nome, em conferência na China (no périplo pelo País asiático do nosso Primeiro...), referiu que Portugal seria um bom País para o investimento Chinês devido aos nossos baixos salários comparativamente ao resto da União Europeia...Ora aqui está uma declaração inteligente...Não, Portugal Não é bom para investir por estarmos a tentar ter mão-de-obra cada vez mais qualificada, ou porque se respeitam os direitos dos trabalhadores, ou porque temos cada vez mais, boas vias de comunicação e Portos de mar com elevada capacidade de receber e enviar material...Ou porque somos um País que além de tudo, pode oferecer algum tipo de mais valia em termos fiscais com vista a que certas empresas se instalem...Muito menos por termos determinados produtos de elevada qualidade (vinhos, queijos, vestuário, o sector do turismo) que poderão interessar a estes interlocutores e transformarem-se em possíveis boas parcerias...Em suma, nada disto são razões válidas, o que é válido é o facto de termos baixos salários e sermos por isso competitivos...É inteligente sem dúvida...e dá vontade de lhe cuspir em cima por tamanha inteligência e por ainda se fazer de vítima quando toda a gente o critica...Em que País vivemos?? Isto é gravíssimo por todos os motivos do mundo e ridículo quando afirmado na China, onde os salários são miseráveis, não há respeito pelos direitos humanos e existe todo o tipo de mão de obra explorada...enfim...DEIXEM-NO LÁ FICAR POR FAVOR!!!!!

quarta-feira, janeiro 31, 2007

Que belos dias na serra...

O fim de semana já lá vai...e que bem que correu para os pombinhos...Começou logo bem na sexta feira na viagem...TIveram um furo que o Zequinha tentou resolver sozinho...Tirou o pneu sobressalente começou a rodá-lo no estrada e a empurrar e o malandro escapou-se-lhe das mãos descendo encosta abaixo que nem um doido...Tiveram que chamar o reboque e esperar...Já em casa da tia, a Rosa resolveu usar de artilharia pesada (fazer um strip...), foi-se arranjar, tirar a lingerie manhosa que trazia para meter as rendinhas compradas para a ocasião, mas azar do catano, tinha-se esquecido dela e só havia cuecas de gola alta na mala e soutiens grandes de desporto para lhe segurar as mamas 44...Ainda assim não desarmou, vestiu-se a rigor a preparou-se para o table dance ao som de Tony Carreira e bambuleante à frente do pobre Zequinha, rendido com tamanha sensualidade, tentou subir para a mesa da sala da tia...No entanto, escapou-se-lhe a perna na escalada, escorregou e bateu com a cabeça na dita mesa, enquanto o Tony chorava a musiqueta...o Zequinha assustado, foi para a agarrar, só conseguiu meter-lhe as mãos no cu devido à posição estranha e foi nesse momento que entrou a tia que afinal tinha resolvido ficar em casa para guardar "os meninos" não fosse o diabo tecê-las...Quando viu o espectáculo, soltou-se-lhe um berro estridente e arrepiado, "O QUE É QUE VOCÊS ESTÃO A FAZER?!?!?!?!?"(os seus 86 anos nunca lhe tinham proporcionado tamanha visão do demo)...Cabisbaixos, pediram desculpa entre dentes e foi cada um para o seu canto...A Rosa ainda teve que ir meter gelo na cabeça e a seguir rezar uma novena com a tia para se redimir do pecado da carne...O Zequinha bem que tentou dormir, mas um gajo também não é de ferro e até ele tinha ficado em pontas com a dança...mexeu-se, remexeu-se, contou carneiros, pensou no renault 9, nas cervejolas com os amigos, enfim tudo o que pôde para não fazer nada que ainda ofendesse mais a tia...não fosse ela apanhá-lo em flagrante...E assim se passou a sexta feira...

No sábado, resolveram fazer um pic nic romântico, excelente ideia num fim de semana com temperaturas abaixo de zero na serra...Se tinham levado o material e se afinal em casa da tia não podiam estar à vontade, o pic nic, seguido de renault 9 não pareceu mal...Mas com a merda de frio que estava, ficaram com queimaduras fortes e nem se conseguiam mexer...enfim, nem conto mais para já que isto já vai longo...mas o resto do tempo, não foi melhor posso garantir...Nada como um fim de semana romântico não é??

domingo, janeiro 28, 2007

Test-drive...

"O que nos levará a mentir e a fazer análises comparativas entre pessoas? Seremos nós como os carros aos quais fazemos test-drives antes de decidirmos com qual ficar?", perguntou-me o Zacarias de penas franzidas e ar analítico e introspectivo..."Não sei, acho que nunca me aconteceu, nem fazer isso nem ser vítima disso", respondi pouco convicta..."Tens a certeza do que dizes?", insistiu com o mesmo ar..."Não tenho, mas também não quero ter...e ainda que tivesse uma resposta a essa pergunta, de certeza que não iria querer responder"...encerrei o assunto ali...Um pato não se deve questionar tanto e muito menos fazer-me pensar no que não quero...

sexta-feira, janeiro 26, 2007

O grande dia....

E abram alas na serra da estrela que os moços estão a chegar...é verdade, chegou o grande dia, o Renault 9 afinado já cospe fumo do escape, a mesa com as cadeiras do pic nic, apesar do frio, já lá vai em cima do tejadilho, a galinha guisada para o jantar de hoje já está ao lume (praticamente feita)...A Rosa já arrancou todas as pilosidades à vista e outras para não fazer alergias ao Zequinha...Já deixou de se parecer com a avó Rosinda (no bigode) e está mais lisinha que uma pedra no mar (quer dizer...não exageremos, pelo menos acho que já não pica)...O Zequinha, não vá o diabo tecê-las, cortou as unhas dos pés...enfim...os dois preparadíssimos para esta bela excursão...Vou deixá-los na paz do senhor e depois tratarei de me chibar contando-vos tudo...

quinta-feira, janeiro 25, 2007

3 vacas à solta...


Ontem de manhã, esta foi a curiosa notícia que ouvi..."Três vacas à solta na A1 na zona de Torres Novas, atenção senhores automobilistas, 3 vacas à solta na A1 na zona de Torres Novas"...Como é que raio é que as vacas passam as cercas de protecção na autoestrada?? Dasse, que susto que eu teria apanhado se na minha calmaria, fosse a conduzir e me deparasse com as "piquenas sogaditas" em amena cavaqueira a pastar um bocadinho de alcatrão aqui, outro bocadinho ali...Mas pronto, nada como começar o dia de forma diferente...

quarta-feira, janeiro 24, 2007

Os preparativos para o fim de semana...

O grande dia está a chegar...O Zequinha tem o Renault 9 mais afinado que nunca...depois da benção, como disse, teve uns problemas de travões mas entretanto tem o assunto dominado...acabou por ter mesmo de o levar à oficina, mas ainda assim o estrago não foi grande...Por isso está ansioso pela sexta-feira...agora vai mais descansado é que parecendo que não, andar na serra da estrela sem travões não é grande ideia...A Rosa então, anda doida...Fui ontem ao cabeleireiro da Bela onde ela trabalha e enquanto me lavou a cabeça não falou de mais nada..."Ai nem sabes, na sexta lá vamos nós para a serra. Ai que contente que eu estou. Vou tirar a barriga de misérias, não o vou deixar dormir nem um bocadinho"..."Oh mulher não sejas assanhada, então não é o Zequinha que é um gajo pacatinho?? Se conseguires uma queca nos 3 dias já vai ser uma sorte", disse-lhe eu...realmente devia ter sido mais meiguinha a dizer-lhe as verdades..."Ainda por cima está lá a tua tia....o rapaz se calhar, de tão atado que é nem consegue ", ohh pá muito má eu...sempre a piorar..."Ohh porra não sejas agoirenta...ahh e a minha tia não está lá, pensavas que eu não ia arranjar maneira?? Ai não, brincamos...", riu-se confiando na natureza e no facto de nem o Zequinha ser de ferro..."Tá bem Rosa, mas dai até conseguires fazer dele uma máquina de sexo vai uma grande distância"...e eu a dar-lhe..."OLha eu confio nas minhas capacidades. E depois ele é um rapaz sério...a esta hora já se conformou que, uma vez que me tirou a virtude (gargalhadas estridentes) terá de casar comigo, logo, poderá fazer tudo o que lhe apetecer"..."Sim, sim...a virtude...onde é que ela já vai"...e rimo-nos as duas que nem perdidas...A conversa continuou desgarrada...no entretanto tive acesso à conversa que por sua vez o Zequinha teve com o João (O silva - guarda e autoridade)..."Então Zequinha, é este fim de semana que vais com a Rosa para a Serra??", perguntou o João..."Sim, é este fim de semana...ai pá mas tou um bocado para o nervoso...", "Mas nervoso porquê homem?? Isso é que vai ser palhaçada, a mulher tá doida por ti", observou o João..."Achas?!?! Claro que não, vamos ficar em casa da tia dela...e a tia está lá...porra ainda bem, da maneira que ela é, sem a tia por perto, não me iam sobrar nem os ossos...eu não tenho assim tanta pedalada...ohh merda acho que sou um bocado tímido demais...mas ainda bem mesmo que a tia vai estar por perto...assim, se calhar nem acontece nada...estas coisas deviam ser só depois de casar...e por falar nisso, agora tem mesmo de ser que já lhe tirei a virtude"... Tão otário este rapaz...mas tão sério tststs...bem, pelo menos é bom saber que tudo está de acordo com o previsto, para a Rosa claro...o que seria da narração do fim de semana se não houvesse queca??

segunda-feira, janeiro 22, 2007

Zé click...

Ontem estive com o Zé mais uma vez...andava em pulgas para vê-lo e saber novidades...E não é que ele desta vez fez-se de esquisito?? É verdade, não me contou quase nada...não deu pormenores do encontro ou da moça, apenas disse que tinha sido muito giro e agradável...e disse qualquer coisa acerca de um click (sinceramente não percebi...)!! Disse "Olha fiquei conhecido como Zé click"...e eu, "Porquê?!??!?" ( a morrer de curiosidade).."Não digo" disse aquela besta a rir...e eu senti-lhe um brilhozinho nos olhos o parvo...Não sei se era de entusiasmo ou por estar a rir à gargalhada com a minha cara...Talvez pelas duas...O que é facto é que fiquei furiosa por ele não me contar e perguntei-lhe porquê..."Pensas que eu não sei que tens um blog onde contas isto tudo?? A minha vida já é do domínio público por tua causa" disse ele (mas divertido que eu conheço-o...)!! "Ohh Zé, mas ninguém sabe quem é o Zé...há tantos na terra...vá lá não sejas parvo...conta tudo" - ok, entrei no domínio da súplica e humilhação...nem assim...Por isso meus amigos, o que aqui está foi o que lhe consegui arrancar...Ele disse ainda no fim..."Já que és uma cusca e escreves tudo lá no teu blog, podes escrever também que eu lhe mando um beijinho!!"

quarta-feira, janeiro 17, 2007

Flags of our fathers...

Este é o novo filme do Clint Eastwood..quem me conhece, sabe que adoro este homem...Todos os filmes que fez nos últimos 12 anos (desde as "pontes de Madison County") são grandes filmes...Este de que vos falo, não é excepção, apesar de não o ter sentido como uma obra prima (como achei "as pontes..." ou "million dollar baby")...Mas isto não diminui em nada a grandeza do filme!! Mais uma vez sai do cinema absolutamente perturbada e sem conseguir falar durante um bom bocado...A temática é muito recorrente, a 2ªguerra mundial..no entanto centra-se num acontecimento particular que foi registado em fotografia e que terá ficado para a história da guerra como ponto de viragem e de vitória...E o momento é o colocar de uma bandeira americana no topo de monte de Iwo Jima (uma ilha japonesa que foi tomada pelos americanos)...Conta-se a história de quem a colocou, do que aconteceu até esse momento e de como aqueles "heróis" morreram pouco depois de terem entrado para história (não todos, mas alguns)...Acima de tudo, é uma história de coragem, camaradagem, marcas profundas e manipulação política absoluta...uma realização brutal, incómoda, com imagens que se colam à retina...que nos lembra que aconteceu de facto e foi mais ou menos daquela forma brutal que aconteceu...Daqueles filmes que se devem ver...e que não se conseguem bem explicar...A marca de Clint Eastwood está bem presente...nos diálogos, na temática (mais uma vez a ideia sempre presente no cinema dele de família), na música e na forma por vezes muito "cadenciada" como as coisas surgem...O narrador...os planos...as imagens de "câmara ao ombro"...e acima de tudo a sequência final a tentar deixar como última imagem a redenção de tudo o que vimos antes...

quinta-feira, janeiro 11, 2007

O resultado da benção...

O resultado da benção do carro não se fez esperar...do nada, o fumo do escape normalizou e os engasgues de motor terminaram...mas em compensação, os travões começaram a falhar de vez em quando e o conta kms deixou de funcionar...afinal convenhamos, o Senhor não é mecânico...estava à espera de quê?!?!Milagres??Pois se calhar...Mas estes novos problemas são menores ( tirando a parte dos travões) e por isso não ficou aborrecido...A aldeia nem tem grandes descidas por isso...Quanto ao conta kms, só se fosse para estatísticas porque o homem nunca passa dos 55...Mas ainda assim já levou uma multa por excesso de velocidade (é o País que temos)...Eu sei que se estão a perguntar, como é possível que um gajo destes tenha sido apanhado pelas malhas da GNR?? Mas é possível...foi apanhado no radar uma vez, a 52 kms e os polícias não perdoaram..."Então, mas eu ia a 52 kms/h João" suplicou o desgraçado..."Sr. Guarda Silva...estou a trabalhar Zequinha, mais respeitinho" - disse o da autoridade...De nada valeu apelar à inexistente sensibilidade do Silva...e lá foi ele com uma bela multa, um gajo que não passa dos 55 kms/h...e pronto, à noite encontraram-se no café Central, beberam umas imperiais (pagas pelo Zequinha ainda por cima) e ficou tudo bem como sempre...

Benzer o carro...

O Zequinha resolveu benzer o carro mais cedo do que estava à espera..À partida, era suposto fazê-lo antes da viagem à Serra da Estrela no último fim de semana do mês, mas a coisa complicou-se e não lhe restou alternativa...Está furioso, afinal gastou uma pipa de massa a trocar de carro (200€ mais o Renault 5) e já está a ter problemas...ainda pensou levá-lo ao Tójó, mas desistiu da ideia...benzer é mais barato!!! No fundo, no fundo é só um problema de fumo a mais a sair do escape e uns engasgues de motor...nada que o Senhor (que está no céu evidentemente), se estiver bem disposto não possa resolver...E assim, lá foi ele falar com o Padre Idalino...Chegou à igreja e bateu à porta da sacristia..."Senhor Padre?" - chamou..."Zequinha meu filho, o que te trás por cá?" perguntou o velhinho Padre Idalino..."Ohh Senhor Padre, não sei se sabe, mas comprei um carrito novo e queria que mo benzesse" - disse.."Benzer um carro?!?OH meu filho mas o Senhor tens mais que fazer do que abençoar e zelar por carros...não te parece?" - O Padre estava um pouco admirado, afinal, não é todos os dias que alguém lhe pede tal coisa..."Pois Senhor Padre, talvez tenha, mas sabe como é, está-me a dar uns problemas e eu acredito que se ele for benzido que aquilo lhe passa...Não dizem que o Senhor tudo pode??" - "E já pensaste antes levá-lo à oficina?? Acho que no fundo é mais rápido Zequinha...o Senhor anda tão ocupado que deve levar mais tempo a tratar do problema"..."Mas o Senhor faz o serviço de graça e o Tójó deve levar-me para ai uns 100 euros...quase tanto como o que ele custou" - argumentou! Perante tamanha convicção das capacidades do Senhor, o Padre lá anuiu...afinal não é todos os dias que lhe aparece um paroquiano com tanta fé...E lá foi..."Que andes muitos kms e que o Senhor te permita morrer de velhice" - disse o Padre ao carro..."Oh Padre Idalino, não lhe diga para morrer de velhice, a cair de velho já ele está"...

Moura nova...

Estive com o Zé ontem à noite...parece que anda entusiasmadíssimo com nova moura na costa..."Ai, ela tem um discurso super querido, parece tão inteligente, tão meiguinha...acho que o Pai Natal vai mesmo dar-me a prenda que eu pedi" - disse ele a desfazer-se em elogios à pequena, de sorriso nos lábios, tão embebecido que quase me meteu dó..."Então e onde a conheceste?? Foi-te apresentada por alguém??" - perguntei já à espera da resposta óbvia...fez-se silêncio por uns momentos..."Na internet...", disse ele comendo as palavras e mais corado que um pimento vermelho..."NA INTERNET?!?!?" - gritei descontrolada..."Depois dizes que não tens sorte" eu furiosa...Ok, não é que estivesse furiosa, mas depois é a mim que se vem queixar...e convenhamos, uma mulher não é de ferro..Pronto, confesso que agora até estou curiosa para ver o que vai acontecer desta vez...Depois conto-vos tudo...

terça-feira, janeiro 09, 2007

Os créditos pessoias....

Um reconhecido banco da nossa praça, tem neste início do ano um spot publicitário a um crédito pessoal que reza mais ou menos assim, "Mba, obras em casa, home cinema, escola dos filhos, uns móveis novos, um computador, uma viagem, um carro novo...por apenas 10,7 euros por cada mil euros de empréstimo"...Qualquer coisa deste género...Ora eu fiz contas e se alguém menos esclarecido e ingénuo resolver, como eles dizem, realizar todos os seus sonhos, teria que dispender cerca de 40.000€...Mas o crédito pessoal em questão empresta até 30.000€...pronto que seja o montante máximo...e este montante, representaria uma prestação de 430€ (aproximadamente e não tendo em conta as subidas das taxas de juro...preparemo-nos que subirão pelo menos mais 0.5 % até final do ano - dizem)...Se juntarmos a isto o empréstimo à habitação que no caso de uma família que comprou uma casa média rondará (no mínimo...) 500 €, teremos um custo total em encargos de perto de 1000€...Sem contar com supermercado e contas fixas da casa( água, luz, gás e condomínio)...Se cada um dos elementos ganhar 1000€ (o que convenhamos é bem superior ao rendimento médio de uma família) e se tiverem 2 filhos, acho que a coisa fica apertadita (mesmo que tenham só um)...não admira que as famílias Portuguesas estejam completamente sobreendividadas...Para além de não haver informação e formação na área financeira, as pessoas são completamente bombardeadas por spots pouco éticos e sem escrúpulos...estejamos atentos...Os bancos não dão nada a ninguém (acreditem em mim que eu sei :P)...

segunda-feira, janeiro 08, 2007

Marcaram o fim de semana...

O Zequinha está realmente diferente...A Rosa contou-me em primeira mão que o tal fim de semana está marcado...quem diria?!?Honestamente, eu não...Parece que estiveram juntos no domingo e já começaram a delinear os pormenores da coisa...Para comemorar este acertar de ponteiros, foram almoçar juntos no domingo...A tasca do Manel do Adro já estava cheia porque domingo é dia de torresmos (um prato muito apreciado lá na terra) pelo que tiveram de ir ao restaurante "rápido e bom...mas não aqui"...Infelizmente a escolha não é muita e só restava esta alternativa...É que não se pode gastar muito dinheiro e para ir a outro lado tinham que fazer muitos kms (vicissitudes da província...)!! No "rápido e bom...mas não aqui" não havia torresmos para grande pena dos dois...contentaram-se com um franguinho de churrasco bem regado com o tintol da terra...E que bem que lhes soube! Nos primeiros minutos, pareciam dois entubados das urgências de um hospital qualquer...Nem um nem outro conseguia dizer nada...Nem sei se pareciam uns entubados ou apenas um casal de surdos mudos que ainda não aprendeu linguagem gestual...Olhavam um para o outro, a Rosa ia sorrindo, corava, remexia-se na cadeira...O Zequinha olhava para tecto, depois, para os pés, para o decote dela...Corava e sentia-se "fraquejar"...Enfim, uma autêntica dança da procriação como nos animais...Digamos que uma espécie de corridinho algarvio (visto da perspectiva dela) ou os pauliteiros de Miranda (visto da perspectiva dele...)!!Quem primeiro abriu a boca foi ele...E na melhor altura diga-se...Quando já tinha a boca cheia de frango é que abriu o livro "O frango está bom não está?" - perguntou..."Está...e o vinho também não achas??" - ela..."Sim!!!" E este foi o primeiro diálogo em 1h30 e o único na meia hora que se seguiu...Finalmente: "Ohh Rosa e então aquele fim de semana?? Achas que sim?" - tão corado que o homem tava...parecia prestes a explodir...Ela sorriu radiante: "Claro que sim...se quiseres" - "Quero...olha tu desculpa, já sabes que sou assim meio acabrunhado, mas..." - "Eu sei..." - ela continuava a sorrir...A coisa começava, muito lentamente a desencavar...E lá combinaram...vão para a Serra da estrela no último fim de semana de janeiro...Vão no carro do Zequinha (que resolveu pedir ao Padre Idalino que benzer a viatura a ver se chega ao destino...e se regressa) e vão ficar a dormir em casa de uma tia da Rosa numa aldeola ao pé da Covilhã..."E a tua tia tem dois quartos para nós??" - perguntou ele preocupado com a virtude da Rosa..."Espero que não"...resposta pronta!!É assim mesmo, temos que ser duras!

O Zacarias é psicólogo...

Estive como Zacarias este fim de semana..."Estás abatida" - disse-me ele..."Achas mesmo?", perguntei sabendo já a resposta..."Acho e tu sabes que estás...Nem precisava de to dizer"...Fiquei em silêncio..."Nem sempre os dias são perfeitos não achas?" perguntei quase irritada..."Sim tens razão...mas hoje nem sequer me deste festinhas nas penas...não é nada teu...Ainda não te libertaste disso?" perguntou..."De quê Zacarias?? Mas vais querer massacrar-me é?"..."Não, só não acho que devas negar...vives bem assim, é verdade, mas não te esqueças que nestes dias és apenas humana e não podes controlar isso que sentes...acontece, mas não te enganes, continuas a sentir o mesmo!"..." Olha e se mudasses de assunto?? Se queres festinhas nas penas anda cá e cala-te" - disse sorrindo...Este pato, apesar de tudo tem o condão de me deixar bem...

quinta-feira, janeiro 04, 2007

Um pouco do Zé..para perceber...ou não...

Bem, vamos lá tentar entender porque é que o meu amigo Zé tem esta incapacidade tão profunda de agarrar uma mulher...Em teoria, o Zé é o genro que todas as mães desejam para as suas filhas...o problema é que as filhas não concordam...pelo menos, não concordam mais do que um mês seguido...(e nos últimos tempos, falar de um mês seguido, só pode dar para rir)...O rapaz é limpinho, usa um perfume bom, até tem alguns estudos, um emprego razoavelzinho, ganha o suficiente, tem casa própria, corta as unhas dos pés, levanta a tampa da sanita, nem é gordo (só cheiinho), tem poucos vícios (só fuma, bebe, toma café e bebe uns wiskys), teve uma educação cristã, tratas as pessoas mais velhas pela 3ªpessoa (conjugação de verbos...é disso que tou a falar)...e sei lá, poderia continuar para aqui a enaltecer-lhe as capacidades...Ahh e importantíssimo, segundo algumas amigas (eu não que temos uma relação muito fraternal) até é bom de cama...porque raio então tem este azar todo? Podíamos dizer que foi realmente um urso noutra vida e agora está a pagar pelos seus pecados, ou que ao nascer, a palmada foi mais forte de forma que lhe afectou um pouco o cérebro e ficou muito parecido com uma gaja (aquela coisa de ser romântico incurável e blá blá blá) e como sabemos as gajas nem por isso gostam de homens assim (pensam logo que são maricas e não vale a pena...ou então que são chatos como a putaça...ou ainda que, homem que é homem, tem que dar luta e muita)...O que é não sei porque até é bom rapaz...Se calhar, no fundo no fundo é só mesmo um azar de cão rafeiro...

Sugeri-lhe, " Se foste uma besta noutra vida, experimenta ser nesta também...com as gajas costuma dar resultado"...

Uma tampa ao Zé (E novidades?!?!?)...

"As gajas são todas iguais", diz-me o Zé furibundo, cara vermelha e olhos a sairem-lhe das órbitas..."Então que se passa desta vez??" pergunto-lhe pronta para bombas..."Ohh, essa p..., essa v..., essa c...." - pausa - "Essa ordinária, essa reles..." - pausa - "Essa..." - interrompo - "Oh homem pára lá com isso que nem te reconheço...costumas ser tão calminho!!!" - chamei-lhe calminho para não ser insultuosa com o rapaz...afinal sei que ele não é assim...e aquela raiva toda devia ter alguma justificação..."Mas afinal o que é que aconteceu?? E quem é a donzela que mereceu da tua parte tão rasgados elogios??" - eu a tentar ser piadética - "Ninguém de especial...esta merda de andar a adoçar a boca com palavrinhas mansas, marcar encontros e depois mandar-me com o c...... tem que acabar" - responde ainda com um fio de baba a cair-lhe pelo canto direito da boca..."Ohh, mas só isso?? A pobre se calhar não conseguiu avisar" - respondo-lhe eu a tentar deitar água na fogueira, sabendo de antemão que, com a sorte dele, só podia ser mais uma a gozar o prato..."Foi, foi...por isso é que já passsaram duas semanas" - os dentes rangiam...de repente, lá acalma..."Pois, tens razão...já tou tão habituado...o melhor é não pensar mais nisso...ohh desculpa a minha linguagem...sou uma besta, um jumento, um carro de bois, um.." - interrompi outra vez - "Pára com isso que já percebi; Tás a ver?!?!?Já tás pronto pra outra, venha ela carago" - Ele riu-se e cagou...

A passagem de ano dos "pombinhos"...

A Rosa já não está doente…aliás, neste momento está em delírio absoluto porque o Zequinha já comprou o carro e dessa forma, poder ver melhorada a sua “vida conjugal”…esta expressão está entre aspas porque não se pode dizer propriamente que eles tenham uma vida conjugal…mas como em tudo na vida, vão tendo sempre que podem e o Zequinha não está a morrer de cansaço (algo raro diga-se…este homem é mais malandro que um burro de carga que teima em não se mexer e dar urros como quem diz “deixa-me em paz que esta merda é muito pesada…”)!!

A Rosa está em alvoroço porque sabe que com carro novo e depois da passagem de ano, a probabilidade de palhaçada aumenta fortemente…O Carlinhos Barão está oficialmente dispensado do serviço (que é como quem diz, dispensado de lhe matar as ganas) e, ainda que ninguém consiga perceber porquê, o Zequinha está em alta e perfilado para ser de uma vez por todas, a Vítima!

E a passagem de ano já foi um cheirinho daquilo que pode esperar estes dois…
Na terra, houve uma festa tipo arraial…
(à parte: como sabem, nas aldeias, sempre que há festa, o povo junta-se, assim como os garrafões de 5 litros de vinho, as moelas, o frango assado, os pés de porco, a linguiça e por ai fora…litradas e litradas de álcool depois, a pelourinho da terra parece uma sucursal de Bagdad e anda tudo em pé de guerra à chapada porque o vinho já fala mais alto…e é ver o pessoal a levar com ancinhos e enxadas, a correrem uns atrás dos outros, a dizerem do melhor vernáculo que se pode ouvir em bom Português….O organista a fugir com o órgão debaixo do braço – normalmente é a Vanessa Andreia que faz estas festas, mas desta vez arranjaram um gajo, se calhar já a prever que a moça, na hora de fugir, não conseguiria carregar o instrumento, a bela da GNR a chegar para pôr ordem no galinheiro – mas normalmente vêm mais bêbedos que os que estão…enfim, o normal)!
Evidentemente que a Rosa foi à festa com as amigas…sim porque o Zequinha é um toino, mas na hora da festa parece outro…junta-se aos outros e é vê-los com aquelas belas expressões de encantar qualquer mulher no seu juízo perfeito (“ és toda boa”, “não deixava nem os ossos”, “anda cá pegar-me na manete das mudanças” e outras que tais…)! Só ao fim da noite é que, como qualquer gajo que se preze, foi ter com ela (ainda que eles não tenham propriamente um compromisso)…Soltinho por causa do vinho, ainda lhe disse que este ano é que era, se calhar ainda se orientavam os dois, tinham que fazer o tal fim de semana na serra da estrela, ou sei lá, ir a Braga ao Sameiro…muitas promessas...foi um belo final de noite…como fugiram a tempo, a GNR nem os levou ao posto e findaram a noite a mamar uma cachaça de penálti como quem brinda com champagne…E pronto, por tudo isto, parece-me que a coisa se anda mesmo a encaminhar…

quarta-feira, janeiro 03, 2007

O carro "novo" do Zequinha....

Tenho uma novidade em primeira mão para vos dar...O desejo do Zequinha para o Natal concretizou-se...Não é que o magano já conseguiu trocar de carro?? É verdade...recebeu uns dinheiritos da avó Jaquina que resolveu ser generosa este ano e presentear os netos com 125 € e esta oferta inesperada e autenticamente mãos largas, lá lhe permitiu trocar o carro de vez...O Renault 5 de 81 já faz parte do passado...apesar de não ter conseguido o tal ford escort de 93, conseguiu subir de categoria e é agora o feliz dono e condutor de um Renault 9 de 91...se não é de doidos...O homem tá que não pode...com tanta alegria, acho que a Rosa vai ser contemplada em breve com a queca do ano (a do ano porque provavelmente será a única...O rapaz cansa-se muito rápido)!!

Propósitos de ano novo...


O início de um novo ano é sempre uma coisa bonita...quase sempre fazemos aqueles propósitos carregados de boas intenções...aqueles nada fáceis de concretizar e ao nível daquele outro (sempre muito bem sucedido) que fazemos no fim de (mais) uma relação falhada: " Vou entrar em celibato"... Assim, os propósitos normais no início de um novo ano são os seguintes (e, no fundo, os mesmos repetidos a cada início):

- Deixar de fumar;

- Deixar de beber ou então, não voltar a apanhar uma bebedeira ( e a força deste, depende sempre do grau de álcool e de vergonhas que se passou na famigerada noite de ano novo)

- Beber menos cafés ( de preferência conseguir viver com 2 ou 3 por dia - nunca funciona bem até porque dia 1, para funcionar, precisamos no mínimo de 4...)

- Aprender a poupar...(desgraça total)

- Não voltar a cometer os mesmos erros no que diz respeito aos amores ( LOLOL...quem me conhece percebe esta gargalhada, entre o cínica e o conformada)

E basicamente estes são os propósitos cheios de boas intenções que fazemos no início de cada novo ano...Eu desta vez não fiz nenhum...só pedi saúde e trabalho...e coisas boas para a família e amigos...Fica-me bem, não acham??



Back to work...and back to blog...


E pronto...cá estamos nós em 2007...a trabalhar e a escrever no blog!! A ausência foi prolongada e honestamente até sentia saudades, do blog e até do trabalho...Não sei bem explicar mas, sempre que estou uns dias fora (neste caso quase duas semanas) parece que passou uma eternidade...acho que no fundo, há rotinas que me fazem falta...


Se tivesse que fazer um balanço de 2006 só poderia dizer o quanto o ano que findou foi positivo para mim...tirando mais alguns casos amorosos falhados ( o que já não constitui novidade - motivo pelo qual é um parâmetro que já não entra para o balanço final), só houve coisas boas...Comprei casa, mudei de emprego, faço o que gosto e até já estou no quadro...Os amigos estão bem e recomendam-se, a família também e até nasceram dois importantes rebentos (que não sendo meus rebentos são duas criaturinhas lindas que adoro, o Pedro e o Miguel)...Por isso, que podia eu pedir mais? (Ok, mais dinheiro por exemplo...)!!


Como comecei 2006 em coma alcoólico no hospital (por causa de bebida marada entenda-se), pode-se dizer que começou mal mas terminou bem...chato é que este ano começou muito bem...nem hospital, nem vómitos, nem alucinações...apenas um deitar calmo às 5 da manhã...daqueles "deitares" em que o pessoal fica de olhos abertos durante cerca de meia hora enquanto tenta normalizar o álcool...e fixa um ponto no tecto na esperança de não ver o mesmo a andar à roda...espero que não seja nenhum sinal...


BOM 2007 a todos...

terça-feira, dezembro 26, 2006

Dose anual de realidade

Pois é...a noite de Natal já passou e foi muito bom...família, amigos...é óptimo poder estar uns dias de férias e visitar, conviver, conversar com aquelas pessoas que fazem parte da nossa vida desde sempre e que nos são tão importantes...arranjei um bocadinho para vir aqui deixar umas palavritas porque o que é facto é que uma pessoa habitua-se a isto e é uma espécie de bicho que não nos deixa ficar calados por muito tempo...mas vejo que anda tudo muito atarefado nesta fase...escreve-se menos, comenta-se menos...é normal..é NATAL!!!
No domingo, véspera do grande dia e noite da consoada, tive a minha dose anual de realidade...felizmente ou infelizmente, vivemos na nossa redoma e nem sempre contactamos com duras realidades que existem mesmo ao virar da esquina...apesar de viver em Lisboa, sou natural de uma aldeia no centro do País, sítio onde me encontro naturalmente...todos os anos fazemos cabazes de Natal que distribuímos por famílias que por algum motivo estejam a viver dificuldades...domingo foi a distribuição...acho que o que mais me custou foi ver aquele pequenino de cerca de 3 anos, muito bonito, loirinho de olhos grandes...olhava para mim por debaixo de uma enorme quantidade de sujidade...dei-lhe o embrulho, fiz-lhe festinhas no cabelo (que não era mais do que uma pasta...)...e ele olhava-me com os olhinhos grandes...custou-me imenso...isso e aquele senhor que estava na cama, num quarto de cheiro nauseabundo a quem dei dois beijos e desejei um bom Natal e as melhoras do seu estado...há muitas situações que têm a ver com álcool...com abandono...custou-me...sei que muito gente ao ler isto vai achar que é só hipocrisia porque só nesta altura é que nos lembramos...mas porra o que podemos fazer?? Pelo menos nesta altura que se tente dar um pouco de alegria...sei que é uma mera gota no oceano...

sexta-feira, dezembro 22, 2006

As prendas de Natal...


Como é Natal, resolvi falar com os meus amigos de quem mais falo aqui neste site para lhes fazer uma espécie de inquérito a fim de averiguar quais as prendas que querem receber e quais os desejos para 2007. Assim, falei com o Zé, o pato Zacarias, a Rosa e o Zequinha e os resultados são os que se seguem:

O Zé confidenciou-me que o que mais quer é mesmo uma mulher simpática, bonita, meiguinha, teimosa mas pouco (demonstra personalidade), inteligente e por ai fora que goste dele de forma mesmo verdadeira e que lhe aqueça os pés porque este Inverno está a ser tramado como tudo…Gosta muita lenha na lareira e nem assim se livra de valentes frieiras e de noites difíceis…Ahh e se ela tiver um cão, não há problema que ele sempre quis ter um também…Para o ano de 2007, gostava que a moça que venha a receber como prenda no Natal fique com ele pelo menos até dia 14 de Fevereiro para não passar mais um dia dos namorados sozinho!!!

O Pato Zacarias acabou por se descoser…no fundo, no fundo, como pato a única coisa que lhe interessa, para além de continuar a ter o lago para se passear e comida para comer, é ter respostas para as perguntas todas que faz a si próprio...eu já lhe disse que para pato se questiona demais mas ele acha que não…Se em 2007 continuar a receber respostas como prenda, considera que fez o desejo certo!!

A Rosa só queira que o Zequinha se decidisse de vez e em lugar de terem agitadíssimas noites de amor no Renault 5 que passassem a tê-las num quarto de pensão pelo menos…e com frequência superior a uma vez por ano de preferência para não ter que recorrer ao Carlinhos Barão da padaria…bem, se houver um pedido formal de casamento também não se perde nada…

O Zequinha acho que só queria mesmo trocar de carro…os bancos do renault 5 são desconfortáveis como à m.. (pensa ele) …Por isso se conseguir trocar por um ford Escort de 93 era bem bom…Ah e que a Rosa seja menos exigente, afinal 1 vez por noite, 2 vezes por ano é mais do que suficiente…

Quanto a mim…ficava contente se os desejos deles se realizassem…para mim já seria suficiente…

Ida a loja do cidadão...


Hoje está a ser um dia em cheio…é o meu primeiro dia de férias em muitos meses e passei uma parte dele na loja do cidadão a tratar de coisas…o normal…segurança social e finanças…como é bom estar ali…E não sei se por estar embuída pelo mais forte dos espíritos Natalícios se porque acordei bem disposta, nem tive vontade/coragem de disparatar com ninguém…Nem de ranger os dentes sempre que nos 6 postos de atendimento se encontravam apenas 3 funcionários conversando animadamente com quem estava (do lado deles claro…enquanto nós aguardávamos…)

Foi por isso uma ida inócua, que correu lindamente, que me permitiu tratar de tudo em 1h20 minutos…ainda tive direito a lugar de estacionamento à porta…bom demais para não desconfiar…Mais, neste momento estou a escrever-vos da esplanada virada para o Tejo que mais gostava de frequentar quando ainda tinha tempo para isso…Há um ano atrás estava aqui também, mas a corrigir trabalhos e testes e a atribuir notas...hoje estou aqui simplesmente a escrever para o meu blog…Deixando as brincadeiras de lado, o ano de 2006 foi muito bom…E hoje está um dia lindo de sol…o Rio Tejo tem a água a espelhar e a ponte Vasco da Gama está envolvida por uma leve névoa…mas lindíssima como sempre…há ali um barquinho verde bem perto da praia… (fluvial claro…)

Hoje está um dia verdadeiramente bonito…

quarta-feira, dezembro 20, 2006

Noé...


Agora que estava a olhar para imagem anterior, lembrei-me de uma coisa muito importante para nossa vida...Se bem me lembro, Noé fez uma arca para albergar um par (macho e fêmea) de cada espécie existente na Terra, por forma a que o Senhor (que está no céu....) pudesse mandar um dilúvio gigantesco e arrumar com tudo o que era desgraça e imoralidade certo?? ( A avaliar pelos padrões que na altura o fizeram ter tão drástcia atitude, deverá estar para breve nova calamidade natural...quem será desta vez escolhido para construir a arca??)...Em suma, se o Noé era o representante do Homem, deve provavelmente ter levado uma mulher a bordo do barquinho (ou então seríamos literalmente descendentes de macacos..ou de coisas ainda piores)...A mulher devia ser a esposa, imagino!!!Pelo que, todos nós descendemos do Noé...e a noção de cruzeiro romântico já data dessa altura...o que aqueles dois se devem ter divertido..ou não...afinal tinham por missão trabalhar o suficiente para que pudéssemos estar todos aqui hoje...e convenhamos, a partir de certa altura deve ser uma chatice...E não nos esqueçamos do cheiro não é?? Estão a imaginar um barco com vacas, porcos, doninhas, cobras, girafas, elefantes, cavalos blá blá blá...??
P.S. - Até resolvi trocar a imagem....

A Rosa e a gripe...



A Rosa anda doente...engripada, entupida, cospe-se toda a moça...Nem tem ido trabalhar vejam bem...Ahh, acho que ainda não vos tinha dito, mas ela trabalha no Cabeleireiro da Bela...Mas não é cabeleireira...lava cabeças (uma profissão tão digna como outra qualquer...no entanto, daquelas que pode ser bem enjoativa...podem imaginar as desgraças que aquela mulher já viu...matéria para outras histórias)...
Como dizia eu, está que não pode...levanta-se, uma dor de cabeça tal, o pingo estalactite a cair do nariz (o frio é muito...) e volta de imediato pra cama porque nem se aguenta nas pernas...Eu acho que isto tudo é resultado da noite que teve com o Zequinha...aquela no Renault 5...Passaram ali tanto tempo a brincar aos médicos e aos homens das cavernas, sem roupinha, numa noite em que estavam 3 graus negativos...estavam à espera de quê??Milagres se calhar...


Anda doida de contentamento...depois daquele festival de pirotecnia que viveu na noite da festa da Senhora das Candeias, a mulher até parece outra...não fosse a merda da gripe e até flutuava de alegria...Imaginem vocês que até estão a pensar fazer um fim de semana juntos...Já estou a imaginar...o Renault 5 desgarrado por esse País abaixo, o garrafão de 5 litros de vinhaça da terra, a galinha guisada com arroz de cabidela para o farnel...Serra da estrela, prepara-te porque eles devem ir para ai...


Devotchka...


A música que se ouve aqui neste site chama-se "How it ends" e é de uma banda que dá pelo nome de Devotchka...ouvi no outro dia na rádio Radar e reconheci-a da banda sonora do filme "Little Miss Sunshine" a melhor comédia do ano (pelo menos das poucas que vi já que não é à partida o meu género de filme)...Por outro lado, será que se pode reduzir "Little Miss Sunshine" à categoria de comédia? É que este filme fala de uma família disfuncional (muito disfuncional mesmo) mas de como no fundo existe um amor tão grande a uni-los...e como é que o descobrem do alto das suas manias, pancadas e loucuras...Enfim, só queria dizer-vos que "How it ends" é a música que estão a ouvir...e é das fantásticas canções que ouvi nos últimos tempos...

terça-feira, dezembro 19, 2006

Espanhol...


Hoje, ao chegar ao trabalho, fiquei com a sensação de que estaria numa qualquer rua de uma grande cidade Espanhola...Fui tomar café e estavam 3 senhores Espanhóis em amena cavaqueira com o empregado...Em Espanhol...sai, fumei um cigarro à entrada do edifício e ao meu lado mais Espanhóis animadamente a conversar...Portanto, naquela ftracção de tempo que durou o café e o cigarro, cerca de 15 minutos, foi a única língua que ouvi...Estamos a ser invadidos!!!

segunda-feira, dezembro 18, 2006

"O quarto do filho"


No sábado fui à fnac e trouxe 2 dvds...Fiquei radiante porque descobri a um preço fantástico 2 grandes filmes e sei que se tivesse ficado mais um bocadinho teria perdido a cabeça e estoirada o orçamento do mês...não posso ir muitas vezes a estes sítios...é mais forte do que eu e acabo sempre por trazer qualquer coisa...Comprei "O quarto do filho" de Nanni Moretti e "Hapiness" de Todd Solondz...

Ontem vi "O quarto do filho"...é um filme enorme que falará provavelmente da maior dor que o ser humano pode sentir, a perda de um filho! É arrepiante como a queda no abismo é abordada aqui, como se retira o chão a alguém que obviamente não está, nem pode estar, pronto para isto...Posso apenas dizer que é retratado o antes e o depois...o processo de aceitação, a vivência do dia a dia no pós acontecimento...A culpabilização mútua entre os pais, o desmoronar daquilo que era uma vida plena...E por fim a redenção na forma de uma inesperada viagem...a aceitação e o seguir em frente...ver o amanhecer algures na costa do sul de França...perceber que o caminho não se fechou...a dor fica, ficará...sempre...mas a vida ainda é possível...e a beleza também...

Sítio novo, vida nova...


Hoje é segunda feira...alguém ainda não tinha reparado? Como já havia partilhado convosco, houve mudanças de piso no fim de semana...coube-me em sorte um sítio pequenino, abafadinho e até rebaixadinho (digamos que se fosse cortada uma fatia da sala, um plano portanto, seria um trapézio)...se fosse Verão estaria aqui a fritar lentamente...vendo pelo lado positivo, suaria de tal forma que todos os dias era menina para perder 2 quilitos...loucura!!É uma pena não ser Verão...Mas como não se pode ter tudo, limito-me a trabalhar num sítio tão perdido que acho que nem as senhoras da limpeza darão por ele logo à tarde...O que pode significar, alergias respiratórias...mas isso não emagrece não é??

sexta-feira, dezembro 15, 2006

Ao rubro


Ao rubro...parecemos criancinhas aqui no escritório...o pessoal vai mudar de piso, está a colar etiquetas nos pc's e anda tudo de sorrisinho nos lábios porque vamos sair mais cedo...parece a escolinha neste momento..."É furo, é furo..."

Bem, bom fim de semana a toda a gente....

P.S. - Alguma vez me ouviram a expressão "Adoro a Sexta feira !!!!!!!!!" ???

Terapêutica análise complexa...


A propósito da frase "até o apagador me quer agredir", que dirigi à Meh no outro dia quando lhe respondia a um comentário, venho aqui explicar esta nossa private joke...


Nós andámos as duas no mesmo manicómio (um certo departamento de matemática, algures numa qualquer Universidade pública deste País...) e como tal, havia muito maluquinho, entre os utentes e os "médicos"...uma das "médicas", a que distribuia os "medicamentos da análise complexa" tinha, digamos, uma certa mania da perseguição...e numa certa hora de terapêutica, enquanto esgrimia um giz numa mão e um apagador na outra, por entre berros (a única forma de comunicar que conhecia realmente bem...) e achaques, deixa que o famigerado apagador lhe caia da mão...Aflita e desgrenhada, vira-se quase espumando da boca "ATÉ O APAGADOR ME QUER AGREDIR"...Os maluquinhos riram-se...e ela louca de raiva, virando-se para a plateia, "E PELOS VISTOS NÃO É SÓ O APAGADOR"...Os maluquinhos calaram-se...e a hora da terapêutica de análise complexa prosseguiu...calma como sempre...

quinta-feira, dezembro 14, 2006

A festa de Nª Srª das Candeias...


A pedido de várias famílias, e porque entendo a natural curiosidade de quem me lê, venho aqui para vos contar como estão o Zequinha e a Rosa Maria, várias semanas após a saga do jantar...Não sei se se lembram, mas podem sempre voltar atrás e consultar o primeiro capítulo desta "blogonovela" (dia 10 de Novembro)...

Ora nesse dia, tinha-vos contado que a Rosa Maria estava farta de esperar que o Zequinha resolvesse avançar...e aguardava pacientemente a chegada da festa de Nossa Senhora das Candeias...Pois bem, nesse dia, a terra tremeu...Pelo menos à volta do renault 5 de 81 (propriedade dele...) estacionado no pinhal ao pé do campo da bola da terra...eram cerca de 11h da noite, quando o Zequinha se decidiu...foi ter com a Rosa, olhou-a nos olhos e, enquanto morfava a sua sande de coirato, disse-lhe de forma romântica, "que tal experimentarmos o R5?? Fui hoje buscá-lo à oficina do Tójó e ele já nem se engasga...quando acelero já nem sai fumo do radiador"...Ora, perante tão bonito convite, a Rosa não resistiu e foram...ela tinha-se guardado e de que maneira para aquele momento...havia pelo menos 2 semanas que não se encontrava à socapa com o Carlinhos Barão ( o dono da padaria...afinal ninguém é de ferro :P)...Estava pronta para receber o seu Zequinha de braços abertos...Num fogo e consumição tal, que quem passasse ao pé do carro pensava estar perante uma espécie de atentado à bomba...Dizia eu...a terra tremeu e a moça viu mais luzinhas do que em dia de rebentamento de fogo de artifício...Quanto ao Zequinha, como o próprio nome indica, depois da primeira já não conseguiu engatar a segunda...Ou não tivesse ele um renault 5 de baixa cilindrada :P...


P.S. - A imagem é por causa da possibilidade do tal atentado à bomba no carro...